Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.9/2678
Título: Esquemas de pintura para estruturas marítimas
Autor: Diamantino, Teresa C.
Alves, Isabel Nascimento
Gonçalves, Rita
Marques, Maria João F.
Costa, M. Rosário
Palavras-chave: Protecção anticorrosiva
Tintas antivegetativas
Tintas marítimas
Organismos marinhos
Anticorrosive protection
Antifouling paints
Marine paints
Fouling
Data: 2014
Editora: LNEG – Laboratório Nacional de Energia e Geologia, I.P.
Citação: Diamantino, T.C.; Alves, I.N.; Gonçalves, R.; Marques, M.J.F.; Costa, M.R. - Esquemas de pintura para estruturas marítimas. In: Corrosão e Protecção de Materiais, 2014, Vol. 33, nº 3, p. 44-50
Resumo: Nas últimas décadas tem-se verificado um grande aumento das aplicações das ligas de alumínio nas estruturas marítimas. Os danos estruturais que se têm verificado em embarcações devem-se, em grande parte, a problemas de corrosão. Assim, as ligas de alumínio têm que ter uma protecção anticorrosiva adequada. As estruturas marítimas, nomeadamente os cascos dos navios devem ser mantidos preferencialmente livres de organismos por forma a minimizar a resistência ao atrito e consequentemente o consumo de combustível. Para tal são aplicados revestimentos anti-incrustantes para evitar a fixação destes organismos. Nos últimos anos têm-se verificado grandes desenvolvimentos de investigação, desenvolvimento e inovação (IDI) para obtenção de tintas anti-incrustantes (AI) com uma melhor eficiência anti-incrustante em total concordância com a legislação ambiental. O principal objetivo deste estudo reside na avaliação da proteção anticorrosiva e da eficiência anti-incrustante de 3 diferentes esquemas de pintura envolvendo tintas AI com diferentes biocidas. Estas avaliações envolveram ensaios de envelhecimento artificial (resistência ao nevoeiro salino, à imersão em água do mar sintética e à delaminação catódica) e de exposição natural durante dois anos. Estes esquemas de pintura foram caracterizados visualmente, em termos de espessura e em termos morfológicos e químicos por microscopia electrónica de varrimento com espectrometria de dispersão de energias (SEM/EDS), por espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier (FTIR) e por difracção de raios-X (XRD). Finalmente referem-se algumas das linhas de investigação actualmente em curso no domínio da luta contra a fixação dos organismos marinhos em estruturas marítimas.
URI: http://hdl.handle.net/10400.9/2678
ISSN: 2182-6587
Versão do Editor: http://www.lneg.pt/download/8558/Corros_Prot_Mater_Vol33_n3_2014.pdf
Aparece nas colecções:UEE - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Corros_Prot_Mater_Vol33_n3_(2014).pdf779,78 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.