Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.9/850
Título: Prospecção mineral no sector de Barranco das Lages-Abegoaria, NW de Portel, Zona Ossa Morena : ponto de situação
Autor: Beleque, Andreia
Matos, João Xavier
Mateus, António
Palavras-chave: Prospecção mineral
Geoquímica de solos
Zona de Ossa-Morena (Portugal)
Data: Out-2008
Citação: Beleque, Andreia; Matos, João Xavier; Mateus, António - Prospecção mineral no sector de Barranco das Lages-Abegoaria, NW de Portel, Zona Ossa Morena : ponto de situação. In: V Seminário Recursos Geológicos, Ambiente e Ordenamento do Território, Vila Real, UTAD, 16-18 Outubro 2008, p. 23-32
Resumo: No sector de Barranco das Lages-Abegoaria (Faixa Magnetítico-Zincífera, Zona de Ossa Morena), as anomalias de Cu, Zn e Pb em solos apresentam anisotropia espacial NW-SE / NNW-SSE e posicionam-se acima de 17.5, 97 e 24 ppm, respectivamente; o fundo local para o Cu cifra-se em 363 ppm. As principais anomalias coincidem com os chapéus de ferro de Barranco das Lages e Vale de Rebolo, circunscritos a unidades predominantemente metassedimentares do Neoproterozóico e Câmbrico Inferior. A NE destas anomalias geoquímicas, e sobre o contacto entre unidades de natureza xistenta e anfibolítica (Ordovícico-Silúrico?), desenvolve-se uma importante anomalia gravimétrica, a qual foi investigada por sondagem, revelando conter mineralização sulfuretada disseminada; a sua génese é correlativa da retrogradação metamórfica Varisca, cujos estádios tardios são marcados por razões a/r elevadas e maior focalização dos fluídos ao longo de fracturas diversas.
URI: http://hdl.handle.net/10400.9/850
Aparece nas colecções:RM - Comunicações em actas de encontros científicos nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
33778.pdf1,64 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.